Engenheiro é um exemplo de homem bonito da vida real, destaca imprensa nacional.

Parece que a moda é mesmo valorizar os caras normais. Depois de diversos homens bonitões encontrados nas ruas do Brasil, até mesmo o Mister Universo Brasil 2014 entrou na onda e teve como vencedor um engenheiro eletricista. Aos 23 anos, natural de Natal-RN, Bruno Mooneyhan foi escolhido como o representante do País. Mas ele não se deslumbra com a premiação e promete conciliar as duas carreiras.


Desde a madrugada da terça-feira (22), Bruno está vivendo uma nova rotina. Eleito como o homem mais bonito do País, ele afirma que a sua ficha ainda não caiu sobre o título. E revelou que não pretende abandonar por completo o seu trabalho na empresa que tem com o pai e o irmão.

— O que vou tentar fazer é conciliar as duas coisas por turno.

Apesar de sua paixão pela engenharia não ser abandonada, o Mister Brasil está ciente de que agora o seu foco é na final que vai acontecer no dia 10 de junho. Se antes ele não teve muito tempo para se preparar para a edição nacional, agora, o potiguar está focado em representar muito bem o País.

Para o concurso, Bruno teve apenas dois meses para cuidar do corpo e fez isso com uma alimentação muito regrada e malhação.

— Minha preparação foi diferenciada por causa do pouco tempo. Minha dieta foi totalmente restringida e especifica para ganhar massa magra. Aboli as besteiras do dia a dia e já nem sei mais o que é isso. Comia de três em três horas, o que eu não achava tão importante, antes.

Já com os treinos, o mister também não deixou por menos. Focado em estar com tudo em cima, ele treinou de domingo a domingo nas três semanas que antecederam o evento.

A paixão por esportes também ajudou. Mesmo tratando como lazer, Bruno não deixa de praticar basquete e surf. Focado na edição internacional, ele pretende não folgar nos cuidados com o corpo.

Já a profissão foi deixada um pouco de lado no primeiro momento. Bruno acaba de trancar sua pós-graduação e deixou para depois o sonho de montar sua segunda empresa, uma academia.

Fonte: Blog do BG.

Mais um caso de insegurança com agências dos Correios no Rio Grande do Norte. Desta vez, na manhã desta quinta-feira (24), durante um assalto cometido por uma quadrilha no estabelecimento na cidade de Patu, situado a 314 km de Natal, um policia militar foi baleado e o gerente local, de 55 anos, também foi atingido e, infelizmente, morreu durante o socorro médico. A vítima fatal havia sido rendida na saída de casa e levada ao estabelecimento. No instante em que o grupo armado saía, houve o cerco policial que não intimidou os assaltantes.Na ocasião, houve intensa troca de tiros entre bandidos e Polícia. Em seguida, os marginais empreenderam fuga pela RN-078 em direção ao município de Catolé do Rocha, na Paraíba.

Segundo informações repassadas pela Polícia Militar do 12º BPM de Catolé do Rocha-PB, após a ocorrência, viaturas da corporação entraram em diligências rumo à fronteira dos Estados da Paraíba e Rio Grande do Norte, pela Rodovia PB-325, entre os municípios de Catolé do Rocha (PB) e Patu (RN), onde bandidos em fuga estariam se dirigindo em direção as terras paraibanas.

O PM, que se encontra no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, não corre risco de morte.

Fonte: Blog do BG

Após oito meses de adesão ao programa “Brasil Mais Seguro”, o Rio Grande do Norte ainda não recebeu nenhum centavo do montante de R$ 40 milhões destinado à implantação de treze projetos ligados ao programa do Governo Federal. Os recursos não foram liberados porque o Estado não atingiu algumas das metas estabelecidas pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Apesar da letargia, o titular da secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), Eliéser Girão Monteiro Filho, garantiu que o programa será efetivado. “Conseguimos colocar o programa nos trilhos e vamos receber os recursos”, disse ele.

General Eliéser Monteiro durante sabatina na Assembleia.

A promessa do secretário foi feita ontem, durante sessão na Assembleia Legislativa (AL). Por mais de três horas, o titular da Sesed foi sabatinado pelos deputados estaduais. Nove deles questionaram o secretário sobre diversos assuntos ligados à área de segurança pública. As metas do “Brasil Mais Seguro” e preparativos de segurança para a Copa do Mundo foram assuntos recorrentes.

O secretário afastou o risco do RN perder benefícios através do  “Brasil Mais Seguro”. O acordo para implantação do programa foi assinado em agosto passado, no entanto, até o momento, o Executivo não garantiu a implantação dos projetos. As melhorias no âmbito da segurança pública esbarram na falta de efetivo e organização.

Apesar disso, general Monteiro afirmou aos deputados que, na semana passada, a Senasp fez mais uma avaliação do programa no Estado. “Recebi, textualmente, uma confirmação da Senasp de que estamos no caminho certo. É verdade que nem tudo do que foi planejado conseguimos viabilizar nesse curto tempo, mas vamos conseguir implantar o programa”, contou.

Para receber os recursos, algumas metas foram estabelecidas, como a criação da Divisão de Homicídios e reaparelhamento do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep). Passado oito meses da assinatura de adesão, a Sesed tem problemas para cumprir as metas. Além da Senasp, que acompanha as ações com reuniões periódicas, o Ministério Público Estadual instarou inquérito para monitorar a execução do programa.

Projetos previstos
- Programa Comunidade em Paz (unidades pacificadoras);
- Patrulhamento Inteligente (PI);
- Interiorização da análise criminal;
- Expansão das Unidades de Inteligência;
- Divisão de Homicídios;
- Fortalecimento da Divisão de Narcóticos (Denarc);
- Investimento nos setores de inteligência e planejamento estratégico integrado da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública e sistema Penitenciário.



Fonte: Site Tribuna do Norte.

Se aprovada, a Lei de Promoção de Praças da Polícia Militar e Bombeiros do Rio Grande do Norte vai gerar um impacto de R$ 20 milhões na folha de pagamento do Estado ao longo de três anos. O projeto – um dos principais pontos de reivindicação da categoria que cruzou os braços por 12 horas na última terça-feira – está na Controladoria Geral do Estado (Control) e deve ser enviado à Assembleia Legislativa (AL) até a próxima quarta-feira, dia 30. Nos últimos quatro anos, o salário de soldados de ambas instituições foi reajustado em 25%. Além da lei de promoção, a categoria quer reajuste de 56,7%.

Comissão das Associações de Praças pedem apoio aos deputados para acelerar Lei das Promoções.

Ontem, representantes das associações dos soldados, cabos e suboficiais da Polícia Militar e Bombeiros estiveram na AL para questionar aos parlamentares sobre o andamento da lei tão logo a minuta chegue à sede do Legislativo. O encontro com os deputados ocorreu minutos antes do titular da secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), Eliéser Girão, prestar esclarecimentos sobre a pasta no Plenário da Casa.

No encontro entre policiais e deputados, o líder do Governo na AL, Getúlio Rego (DEM), disse que a ordem é ter agilidade na análise do processo. “Temos total interesse em analisar esse lei. Assim como analisamos os casos da saúde e educação, vamos priorizar a lei do pessoal da segurança”, disse.

No intervalo de quatro anos, essa será a terceira lei enviada pelos soldados da PM e Bombeiros que será analisada pelos deputados. Em 2010, a AL aprovou um reajuste salarial da categoria que garantiu o aumento de R$ 180,00 no salário dos soldados.

Em janeiro de 2012, uma nova lei estabeleceu o subsídio como padrão remuneratório dos praças. A mudança só foi efetivada em julho daquele ano e representou um ganho de R$ 400,00 no salário dos soldados.  As demais patentes também tiveram reajuste. Com os ajustes ao longo desse tempo, o salário do soldado passou de R$ 1.750,00 para R$ 2.200,00.

O presidente da Associação dos Bombeiros, Rodrigo Maribondo, explicou que a Lei de Promoções, além de garantir um novo reajuste salarial, vai possibilitar a mudança de nível dos soldados. “Hoje, as poucas promoções que ocorrem, só é possível se o soldado ou oficial judicializar a questão. Sem a intervenção da Justiça, não há promoção”, disse. 

Junto à Lei de Promoções, está a solicitação de reajuste de 56,7%.  Se aprovado – e essa é a promessa do Governo do Estado – o impacto da Lei será de R$ 20 milhões na folha de pagamento do Estado. “Esse montante será diluído em três anos. Não é uma proposta absurda para o Governo”, colocou Maribondo.  

O titular da Sesed comentou o assunto durante sua explanação no Plenário da AL. De acordo com Eliéser Girão, o reajuste salarial não será implementado esse ano, pois “não há previsão orçamentária”, colocou. Sobre a Lei, o secretário garantiu que haverá o envio à AL até a próxima semana. “O projeto será encaminhado e é o mesmo que foi discutido com as associações quando foi criado”, disse.

Fonte: Site Tribuna do Norte.

A Prefeitura Municipal de Galinhos/RN fez nesta terça-feira a entrega do material escolar para os alunos da Escola Estadual José Augusto Varela.


Essa escola faz parte da rede estadual de educação, mas devido a dificuldade que a escola vinha tendo desde o ano passado a Prefeitura Municipal de Galinhos/RN na pessoa da prefeita Joseneide Medeiros entrou em acordo com a 6º DIRED para ajudar a escola.


Assim como os alunos da rede municipal, os alunos da única escola de ensino médio do município também receberam o material escolar. O secretário Ricardo Araújo visitou a escola, conversou com os alunos e fez a entrega do material.



Segundo a prefeita ela fará o que estiver a seu alcance para ajudar todos os alunos do município, sejam eles da rede municipal, estadual ou federal, já que vários alunos estudam no Instituto Federal do RN e tem o apoio da prefeitura.

A Equipe do Blog Galinhos Online parabeniza mais uma vez a Prefeitura Municipal por mais essa ação nas escolas do município.

Erick Pereira afirma que vice-prefeita está, de direito, na chefia do Executivo e não pode recursar condição.

Pré-candidata a senadora, Wilma de Faria, do PSB, é hoje a prefeita de Natal. E quem afirma isso não são vereadores de oposição – que poderiam ser acusados de interesses eleitorais diversos. Quem confirma esse entendimento é o advogado Erick Pereira, doutor em Direito Constitucional e mestre em Direito Eleitoral. Para ele, a cidade não pode ficar sem prefeito e Wilma não tem a opção de não assumir o cargo sem um motivo plausível. O problema é que, estando no poder, ela está automaticamente inelegível.

“Wilma é hoje a prefeita de direito de Natal, a menos que ela tenha comunicado a Câmara que não pode assumir a Prefeitura. Se tiver comunicado, segue a ordem natural da sucessão”, analisou Erick Pereira, ressaltando que, porém, há uma diferença entre ser “prefeita de direito” e “de fato”. “Ela é prefeita de direito, mas resta saber se ela é de fato, se ela assinou algum ato e confirmou essa condição. Se tiver assinado, ficará inelegível”, explicou Erick Pereira.

Então, isso quer dizer que Wilma pode passar esses quatro dias úteis que o prefeito Carlos Eduardo Alves, do PDT, não estará em Natal, sem assinar qualquer ato e, consequentemente, não se tornar prefeita “de fato”, correto? Nada disso. “Ela não pode se recusar a assinar atos. Ela não tem discricionariedade. Estando no cargo, ela não pode se eximir de assinar atos, porque isso seria uma fraude a Lei”, analisou o especialista.

Dessa forma, restaria para Wilma dois caminhos: apresentar uma boa justificativa que a permita continuar como vice-prefeita de Natal mas, assim como Carlos Eduardo, está afastada da Prefeitura; ou renunciar ao cargo. “Ela não pode, simplesmente, dizer que não vai assumir. Tem que justificar o porquê. Justificar ou renunciar ao cargo. Ela é obrigada a comunicar à Câmara ou a praticar os atos de prefeito”, reformou Erick Pereira.

ENTENDIMENTO ERRADO

A análise de Erick Pereira é importante porque está havendo, desde que o prefeito viajou para a Espanha, uma grande dúvida em torno do assunto. Wilma e os advogados dela, por exemplo, entendem que ela só assumiria a Prefeitura de Natal se o afastamento do prefeito fosse superior a 30 dias. Os vereadores de oposição acreditam que ela seja a prefeita porque, na Lei Orgânica do Município, há apenas um artigo dizendo que o vice-prefeito assume no afastamento do prefeito, seja lá por quantos dias for. Ou seja: Wilma seria a prefeita se Carlos Eduardo passasse um dia fora, assim como ela é a prefeita nessa viagem de 12 dias de Carlos Eduardo.

“A substituição é automática e segue a ordem natural de sucessão”, afirmou Erick Pereira, reforçando a tese defendida pelos vereadores de oposição a gestão municipal. “Acredito que, na verdade, os advogados dela informaram que é necessário o comunicado à Câmara que não pode assumir e isso deverá ser feito”, afirmou Erick Pereira.

O problema é que, na semana passada, Wilma demonstrava um entendimento bem diferente. Baseada na análise do advogado Luciano Braz, a vice-prefeita afirmou que Carlos Eduardo era o prefeito, mesmo estando, por 12 dias a um oceano de Natal. “Na verdade, Carlos Eduardo saiu do País e comunicou a Câmara Municipal de Natal. Ele tem direito em relação a esse afastamento, mas fica até 30 dias de acordo com a Lei Orgânica do município. Ele está em pleno exercício do cargo, está como prefeito hoje, não tem ninguém substituindo”, afirmou Wilma de Faria.

Segundo a vice-prefeita, se houvesse algo inesperado que demandasse a manifestação da chefia do Executivo, a Câmara é quem responderia pela situação. “Ele vai estar durante esses 12 dias, são apenas quatro dias úteis e uma necessidade a Câmara toma as devidas providências”, afirmou.

É importante lembrar que, atualmente, em Natal há três categorias em greve: os servidores da educação, da saúde e aqueles ligados ao Sindicato Sinsenat. Além disso, na semana passada, a Prefeitura perdeu na Justiça o pedido que fez de ilegalidade do movimento paredista, sendo obrigado a negociar com os grevistas.

Por outro lado, ressalta-se que, se Wilma não pode assumir, correndo o risco de ficar inelegível, o presidente da Câmara, Albert Dickson, do PROS, segundo na linha sucessória, também não. Ele é pré-candidato a deputado estadual. O vice-presidente da Casa, Júlio Protásio, do PSB, está de licença médica, o que faria a Prefeitura cair no colo do primeiro secretário, o vereador Dickson Nasser Júnior, do PSDB.

Fonte: Jornal de Hoje.

No próximo mês, a população de Natal deverá ter acesso a uma nova ferramenta no combate à dengue. Por meio da internet, seja em computadores, tablets ou smartphones, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vai receber denúncias de focos do mosquito transmissor, bem como de suspeita de infecção.  O projeto foi idealizado pelo epidemiologista Ion de Andrade, do Departamento de Atenção Básica da SMS e foi desenvolvido em uma parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e a Telessaúde Brasil.

Em muitos bairros de Natal, o problema é o acúmulo de recipientes e pneus que podem acumular água e proliferar larvas do Aedes.

A proposta é inovadora e está voltada, em princípio, apenas para a capital. De acordo com os responsáveis, o aplicativo é o primeiro do tipo no Brasil, e será apresentado futuramente ao Ministério da Saúde. Em posse  dele, a população poderá, em pouco segundos, fazer denúncias relacionadas a focos ou suspeitas da doença, enviando inclusive fotos. Para tanto, basta entrar no site (cujo endereço ainda não foi definido) ou no aplicativo disponível para os mais diversos sistemas, e fazer um cadastro informando nome, e-mail e o endereço objeto da denúncia. 

Com as devidas confirmações por parte dos agentes do município, serão feitos trabalhos de combate e prevenção ao foco e à doença. “Isso vai facilitar o mapeamento epidemiológico, que hoje é muito difícil de ser feito. Muitos casos não são notificados, principalmente os mais leves, e as pessoas não procuram atendimento. Assim há uma sub-notificação. Isso acaba sendo um problema”, afirma Ion Andrade. 

De acordo com o professor Ricardo Valentim, que coordena o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), da UFRN, a SMS vai receber as notificações em tempo real e os agentes de endemias, ou de saúde, dependendo do tipo de denúncia, serão encaminhados ao local para apurar a situação. “Em Curitiba existe um aplicativo em que as pessoas dizem onde tem um foco, mas não há qualquer contrapartida do poder público. Nesse aqui, existe uma notificação e uma resposta eficiente”, coloca. 

 Com o projeto em andamento, o tempo de combate à doença deverá ser reduzido. “Entre a descoberta e o tratamento do foco, geralmente são 45 dias, enquanto o mosquito eclode em sete. Ou seja, quando há o combate, quem está sendo combatido é o tataraneto daquele primeiro”, exemplifica Valentim. O Governo do Estado também já teria procurado a UFRN para conhecer o projeto. “Estamos abertos a prefeituras e Estados que estejam interessados”, destacou. 

O epidemiologista Ion de Andrade afirma que a ideia surgiu durante um seminário sobre os planos de contingência  no combate à dengue nas cidades-sede da Copa do Mundo.  Foi ai que ele procurou a UFRN. “Com a população aderindo, vai ser possível enxergar no mapa a concentração dos focos”, destaca. A população poderá destacar no mapa o local, porém, não terá acesso ao mapa com todas as denúncias, que será exclusivo ao poder público.  

O LAIS desenvolve uma pesquisa na área desde março do ano passado e começou a execução neste ano. O aplicativo, faz parte de um projeto mais abrangente, que é o Observatório da Dengue. A ideia é que os relatórios das visitas dos agentes também sejam feitos através da internet, mas ainda não há previsão de data para as melhorias. 

De acordo com o coordenador  Programa Municipal de Combate à Dengue, Lúcio Pereira, o município conta com 382 agentes. Cada um é responsável por regiões de 800 a 1000 casas e trabalham com ciclos bimestrais de visitação. Até agora, de acordo com ele, não houve nenhuma reunião ou treinamento dos agentes para o ingresso no novo sistema. A data de lançamento do  aplicativo ainda não foi definida. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, no ano passado houve registro de 4.378 casos suspeitos na capital.

Números
45 dias é o tempo que se leva, em média, entre a descoberta e o combate ao foco do Aedes Aegypti. Ele deverá ser reduzido com o uso do aplicativo 
7 dias é o prazo médio de eclosão do ovo do mosquito 
382 é o número de agentes epidemiológicos de Natal
4.378 foram os casos suspeitos notificados em 2013

Fonte: Site Tribuna do Norte.

Os policiais militares decidiram suspender a paralisação iniciada na manhã desta terça-feira (22). Em assembleia realizada no acampamento montado em frente a sede da Governadoria, no Centro Administrativo, representantes da Associação dos Cabos e Soldados apresentaram a proposta do Governo do Estado e a categoria votou pelo fim da paralisação. Os trabalhos serão retomados no turno que será iniciado às 19h.

Durante reunião no início da tarde, o Governo reafirmou o compromisso de encaminhar o projeto de lei que trata sobre a promoção dos praças da Polícia Militar até o dia 1º de maio. Além disso, os demais pontos da pauta de reivindicação deverão ser discutidos em uma reunião marcada para 5 de maio. Segundo a categoria, dependendo do resultado dessa reunião, uma nova paralisação poderá ser iniciada no dia 7 de maio.

Entre os pontos exigidos pelos policiais militares estão o pagamento dos níveis de subsídio e das férias, pagamento de remuneração por nível, de acordo com a lei 463/2012, a implantação de auxílio alimentação, o fornecimento de material adequado, reajuste de 56,7% do salário e a convocação de 824 candidatos aprovados no último concurso da PM. A decisão pela paralisação foi tomada desde a semana passada e, mesmo após anúncio de medidas por parte do Governo, como o encaminhamento da Lei de Praças, os policiais decidiram manter a programação até que ocorresse uma reunião e uma proposta às demais reivindicações.

De acordo com a Associação dos Cabos e Soldados, 12 batalhões aderiram a paralisação durante a manhã de hoje. Porém, a informação foi desmentida pelo comandante geral da PM, Francisco Canindé de Araújo Silva, que não soube confirmar o número real. Segundo o major Macêdo, comandante do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), os serviços transcorreram normalmente, de acordo com as possibilidades de efetivo da PM.

Fonte: Site Tribuna do Norte.

Vítima foi identificada como Lilliane Fernandes de Morais, de 15 anos.

De acordo com o órgão, adolescente foi morta por disparos de arma de fogo.

O Instituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep-RN) identificou o corpo encontrado nesta segunda-feira (21) no rio Pium, na Grande Natal. Trata-se de Lilliane Fernandes de Morais, de 15 anos, que estava desaparecida desde a semana passada. De acordo com órgão, a jovem foi morta por meio de disparos de arma de fogo e o corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição.

De acordo com o delegado de plantão da zona Sul, Pedro Paulo Falcão, a adolescente estava desaparecida desde a última quinta-feira (17), mesmo dia em que a família registrou o caso na Delegacia de Plantão. "A jovem saiu com outra menina e não voltou", afirma o delegado. Na manhã desta terça, o Itep divulgou o nome da vítima.

Responsável pelo resgate, o Corpo de Bombeiros informou que pelo estado em que foi encontrado, o corpo já estava há alguns dias no rio.

Fonte: Portal G1 RN.

O Governo do Estado terá reunião hoje (21) com policiais militares e membros do Corpo do Bombeiros para tratar sobre as reivindicações das categorias, que ameaçam suspender os serviço a partir de amanhã (22). Caso não tenha acordo, o procurador-geral do Estado, Miguel Josino, afirmou que acionará imediatamente a Justiça para solicitar a manutenção das atividades.

Acampados no Centro Administrativo desde a semana passada, os policiais militares querem, entre outras coisas, a aprovação da Lei de Promoção dos Praças, reajuste salarial de 56,8% e implementação da lei que trata sobre a remuneração por níveis, que está aprovada e ainda não é aplicada. Já os bombeiros cobram a realização de concurso público para ampliar os quadros da corporação.

Governo anuncia nomeação de novos policiais Civis e confirma lei de promoção de praças
No fim de semana, o Governo do Estado afirmou que encaminhará a lei de promoções de praças e garantiu também a convocação de mais policiais civis e realização de concurso público para o Corpo de Bombeiros. No entanto, a categoria cobra a discussão sobre os outros pleitos e também garantias de que as promessas serão cumpridas.

De acordo com Miguel Josino, a peça judicial para solicitar a continuidade dos serviços da PM e Corpo de Bombeiros já está pronta, mas ele acredita que haverá acordo. "Vamos negociar e tentar chegar a um consenso", disse.

Efeito

Caso não haja acordo entre as categorias e o Governo, outras categorias também ameaçam iniciar uma paralisação. É o caso dos rodoviários. Temendo a atual situação de insegurança nos transportes públicos, os profissionais garantem que, caso ocorra a paralisação da PM, vão se reunir para discutir também a possibilidade de paralisação.

Fonte: Site Tribuna do Norte.

A Prefeitura Municipal de Galinhos/RN, faz desde a quinta-feira a entrega dos ovos da páscoa para todos os alunos da rede pública de ensino.


A prefeita Joseneide Medeiros juntamente com os secretários Ricardo Araújo e Elson Cabral fez a entrega de ovos da páscoa para todas as crianças matriculadas em Galinhos, Galos e Assentamento Pirangi.


Os ovos da páscoa foram feitos pela própria Prefeita, no ano passado ela também confeccionou os ovos para a alegria das crianças. Esse ano a prefeita fez questão de fazer a entrega desses ovos nas salas de aula para poder conversar com os alunos da rede pública, o secretário Ricardo Araújo também conversou com os alunos e falou mais uma vez da importância de estudar e explicou para as crianças o porquê se comemora essa data.


A alegria estava estampada no rosto de todas as crianças e adolescentes que recebiam os ovos das mãos da prefeita Joseneide e do secretário Ricardo Araújo que fizeram questão de entregar a cada criança.






A Equipe do Blog Galinhos Online parabeniza a Prefeita por mais uma vez fazer a alegria das crianças nesta páscoa.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO:



A cúpula da Segurança Pública do Rio Grande do Norte esteve reunida na manhã deste sábado (19), na Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, para apresentar o resultado da reunião entre a Governadora Rosalba Ciarlini e a câmara temática da segurança. Participaram da reunião o titular da Sesed, general Elieser Girão, os comandantes Gerais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, cel. Francisco Araújo e cel. Elizeu Lisboa Dantas, do Delegado Geral da Polícia Civil , Ricardo Sérgio, e do adjunto, Adson Kepler, da diretora do ITEP, Raquel Taveira, e do procurador Geral do Estado, Miguel Josino.

As principais definições foram apresentadas pelo titular da Sesed, e envolvem o envio para a Assembleia Legislativa da revisão da lei de promoção de Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, um novo concurso público para o Corpo de Bombeiros, nomeação de delegados, escrivães e agentes da Polícia Civil, revisão nos valores das diárias operacionais para policiais, abertura de cursos para a Polícia Militar e Bombeiros para que a promoção dos praças possa acontecer, e uma força tarefa para que o estatuto do ITEP possa ser enviado ao Ministério Público do Estado (MPE) na terça-feira (22).

Além destas medidas, a governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, convocará semanalmente reuniões da cúpula da Segurança Pública para acompanhar a logística e as pendências da pasta. De acordo com o Elieser Girão, a Lei de Promoção de Praças será encaminhada para a AL até o dia primeiro de maio deste ano. Da mesma forma, um novo concurso para praças e oficiais do Corpo de Bombeiros será lançado. Em relação à Polícia Civil foi determinado que sejam nomeados oito delegados, 13 escrivães e 31 agentes, também seguindo o trâmite na casa Legislativa.  No Corpo de Bombeiros, será encaminhada até o dia primeiro de maio a Lei de Segurança e Combate a Incêndios e Pânico, garantindo maior segurança aos estabelecimentos que dependem da vistoria do órgão.

O secretário de Segurança Pública exaltou as medidas e declarou que as iniciativas partiram da sensibilidade da Governadora. “Essas questões que anunciamos são respostas que demos à sociedade em menos de 35 dias de gestão. São demandas que estavam reprimidas há dezenas de anos, que levamos à Governadora e foram solucionadas imediatamente”, declarou, falando que as medidas foram discutidas na comissão formada pela Segurança Pública potiguar, com reuniões semanais para avaliar o funcionamento estratégico da pasta e solucionar as demandas reprimidas em todas as áreas, com reposta ágil para questões mais urgentes.

O comandante-Geral da PM também falou sobre a decisão de Rosalba Ciarlini: “A Governadora foi muito sensível atender aos pleitos dos militares estaduais. Isso é uma conquista da Polícia Militar, estávamos precisando disso há muito tempo. Isso que será feito é uma garantia na carreira dos policiais. É um benefício para o servidor e para as respectivas famílias. Não temos como calcular o tamanho disso para os PMs”, comentou coronel Araújo.

O comandante-Geral do Corpo de Bombeiros ressaltou a importância das medidas anunciadas, e destacou a promoção dos praças. “As instituições militares estão muito agradecidas por essa decisão. Isso aumentará com certeza o atendimento à sociedade, melhor atendimentos nas missões porque nos sentimos valorizados e daremos melhores repostas à população”, observou.

O delegado-geral Adjunto da Polícia Civil, Adson Kepler, enfatizou as iniciativas e comentou que elas terão impacto positivo na categoria. “O Governo já tinha adotado medidas que melhoraram qualitativamente e quantitativamente as operações da Polícia Civil, que foi com o pagamento de todas as diárias operacionais e de viagens. Isso passa pela valorização dos policiais envolvidos nas operações”, disse.

Miguel Josino, procurador Geral do Estado, adiantou que as decisões anunciadas são relevantes e que o trabalho irá continuar. “As decisões anunciadas pela Governadora e pelo General Girão foram muito importantes, mas as ações continuarão. A Procuradoria Geral do Estado está trabalhando de forma articulada com o Ministério Público Estadual e Federal, além da Procuradoria Geral da República porque encaramos isso com uma defesa estratégica do Estado. Estamos fazendo isso porque não permitiremos que a segurança da população esteja em risco”, encerrou.


Fotos: Ivanízio Ramos
INFORMAÇÕES À IMPRENSA:
Assecom-RN: (84) 3232-5204 / 5152
Geraldo Miranda – Assessor de Imprensa: (84) 8132-5977

ESPAÇO PUBLICITÁRIO:


A imprensa brasileira perdeu um dos maiores narradores esportivos da história. Luciano do Valle faleceu neste sábado (19), aos 70 anos, na cidade de Uberlândia, em Minas Gerais. Ainda não foi divulgada a causa da morte. A informação foi confirmada pela Band, emissora para a qual trabalhava. 

Reprodução
Comunicador completou 50 anos de carreira no ano passado.

Ele passou mal durante uma viagem de avião, foi socorrido e levado a um hospital de Uberlândia, mas não resistiu. O comunicador estava na cidade para cobrir a partida entre Atlético-MG e Corinthians, que acontece neste domingo (20), no Estádio Parque do Sábia, pela primeira rodada do Brasileirão.

Luciano do Valle nasceu em Campinas-SP e, ao longo da sua trajetória como comunicador, participou de transmissões de campeonatos como Fórmula 1, Fórmula Indy, Olimpíadas e Copa do Mundo, além de programas esportivos. O narrador também transmitiu competições memoráveis no vôlei e no boxe.

Em 2014, completaria 51 anos de carreira. Ele se preparava para narrar a Copa do Mundo no Brasil. 

Fonte: Site Tribuna do Norte

Os praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do  Norte confirmam a deflagração de paralisação dos serviços a partir da próxima terça-feira (22), a fim de forçarem o governo estadual a apresentar uma proposta de envio da Lei de Promoções para votação na Assembléia Legislativa. Um grupo de praças está acampado desde a quarta (9/04) em frente a Governadoria, no Centro Administrativo de Lagoa Nova, onde pretendem ficar até à Copa do  Mundo, caso o governo não reabra a mesa de negociação ou não atenda as reivindicações da categoria, como um reajuste no soldo salarial de 56,7%¨, porque o último ocorrem em janeiro de 2012.

Praças da Polícia Militar e Bombeiros estão acampados no Centro Administrativo desde o dia 9/04

O vice-presidente da Associação Nacional de Praças, cabo Jeoás Santos, diz que a categoria não teme pelo esvaziamento da paralisação, nem por eventual pedido de ilegalidade do movimento junto à Justiça Estadual por parte do governo. Jeoás Santos lembrou que a paralisação dos serviços pelas Polícias Militares nos estados começou em 1997 e, mesmo não havendo uma previsão constitucional sobre o direito de greve dos policiais militares, “o nosso entendimento é que também não existe uma regulamentação que nos proíba fazer a paralisação”.

Santos lembra que desde a segunda metade dos anos 90, do Século XX, esses movimentos passaram a ter o apoio da sociedade, sendo que em 2010, mesmo não havendo a previsão legal do direito de greve, o Congresso Nacional aprovou a primeira anistia administrativa para os policiais militares do Rio Grande do Norte que tinham participado de uma greve: “Foi um reconhecimento sobre a justeza do movimento reivindicatório”, disse ele.

Posteriormente, segundo Santos, o Congresso Nacional aprovou a anistia para os policiais que participaram de greves em  outros estados, nos anos de 2011, 2012 e 2013. O presidente da Associação de Sargentes e Subtenentes da PM-RN, Eliabe Marques, disse que se não tem nada previsto na CF sobre o direito de greve dos praças, “também não está tipificado nenhum ordenamento jurídico” proibindo qualquer movimento de paralisação de atividades essenciais, como é o policiamento ostensivo e segurança pública. 

No início da noite de ontem, a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed/RN) informou através de nota, assinada pelo titular da pasta, general Eliéser Girão Monteiro, que está acompanhando com preocupação “certas atitudes de uma minoria segmentada de agentes da Segurança pública, integrantes de associações, e não vamos permitir que se desrespeitem as leis". 

Na nota, a Sesed afirma que está aberta ao diálogo, mas que não pode tolerar que “um agente treinado para combater a violência venha esquecer que é um de seus guardiões". Em outro trecho, o secretário ressalta que "conforme a Constituição, os policiais militares não têm direito à sindicalização, nem a realização de greve" e que a pasta está “no meio de um trabalho para melhorar a estrutura física, financeira e humana da Segurança” no Estado.

Eliabe Marques explicou a orientação dada aos praças é para que exerçam suas atividades, dentro do número mínimo de 30% do efetivo. Marques disse que os praças, quando entrarem em serviço, devem averiguar se estão sendo oferecidas todas as condições para que eles possam oferecer o serviço à população. Ele acrescentou que a frota de veículos da PM em circulação está 80% fora dos padrões exigidos pelo Código Brasileiro de Trânsito (CBT).

“Os motoristas não estão  habilitados, na maioria das vezes,  para dirigem viaturas de emergência, porque não passam por cursos de capacitação”, denuncia Marques. O presidente da Associação dos Praças do Corpo de Bombeiros, Rodrigo Maribondo, declarou que a reivindicação do CB  é a mesma da PM “porque hoje o praça entra soldado e morre soldado com 30 anos de serviço”. Segundo Maribondo, a lei de promoções (nº 7.070) das policiais no Brasil  tem 36 anos, é de 1977, mas no RN qualquer ascensão a um posto “depende da discricionalidade do Comando das duas corporações”.

Fonte: Site Tribuna do Norte.

A venda de pescados no Canto do Mangue, um dos tradicionais locais de venda de peixe, deverá ser maior nesta sexta-feira. A expectativa é dos vendedores do local, que já registraram um aumento no fluxo de compradores nesta quinta-feira, mas esperam que o feriado de hoje (sexta-feira da paixão) leve mais gente às compras. Os peixes mais procurados são comercializados por preços que variam entre R$ 12 (pescado de segunda) e R$ 30, caso do preço por quilo de Cioba, tipo mais procurado, segundo os vendedores do local. 

No Canto do Mangue foi um dos pontos de maior movimento.

O comerciante conhecido como “Zé do Peixe”, de 39 anos, não deixa a barraca em que realiza as vendas nem na hora de dormir. “Nunca se sabe o horário que o cliente chega. Além disso, muito cedo eu gosto de preparar os peixes, então o mais fácil é dormir por aqui”, explica o comerciante, que comemora o salto positivo de vendas. Durante todo o dia, a movimentação foi intensa no Canto do Mangue e precisou de fiscais de trânsito para controlar o trânsito no local. Para hoje, a previsão é que a venda seja iniciada às 4h e só termine às 22h.

Já os grandes supermercados da capital  registraram um fluxo intenso durante todo dia de ontem. As prateleiras de ovos da páscoa estavam quase vazios e as filas atravessando departamentos no supermercado Nordestão do bairro do Alecrim. 

Juliana Moro deixou as compras do feriado para última hora, e teve que esperar minutos a mais para sair com as  compras do supermercado. “Durante a semana o meu tempo foi curto. Vou viajar para a casa de praia da família e aproveitei o tempo depois do expediente para fazer as compras da páscoa. No decorrer da semana, o Procon Municipal autuou cinco supermercados da cidade, por irregularidades na exposição de produtos e identificação de preços. 

Fonte: Site Tribuna do Norte.

A valor da aposta na Mega-Sena (6 números) passa dos atuais R$ 2 para R$ 2,50 a partir de 11 de maio.

A Caixa Econômica Federal foi autorizada a reajustar o preço das apostas das loterias Mega-Sena, Lotofácil e Quina, por meio de portaria publicada na edição de hoje (17) do Diário Oficial da União.

A valor da aposta na Mega-Sena (6 números) passa dos atuais R$ 2 para R$ 2,50 a partir de 11 de maio. A Lotofácil (15 números) sobe de R$ 1,25 para R$ 1,50, a partir de 10 de maio. A aposta na Quina (5 números) passa dos atuais R$ 0,75 para R$ 1, a partir de 11 de maio.

A Quina sofrerá reajuste também na aposta com 6 números, que terá o valor de R$ 4 reais, e com 7 números, que será R$ 10. Atualmente essas apostas custam R$ 3 e R$ 7,5, respectivamente,

A portaria informa que a Caixa Econômica Federal deverá ajustar ainda os valores das apostas da Mega-Sena de 7 a 15 números marcados na cartela. No caso da Lotofácil, também serão reajustadas as apostas com 16, 17 e 18 números.

De acordo com a portaria, os valores da premiação fixa das apostas vencedoras com 11, 12 e 13 números da Lotofácil serão reajustados, respectivamente, para R$ 3, R$ 6 e R$ 15.

A Caixa Econômica Federal deverá divulgar os novos preços das apostas com, no mínimo, 10 dias de antecedência de cada data estabelecida na portaria. Os ajustes serão efetivados mediante publicação de ato específico da Caixa Econômica, no Diário Oficial da União, até 30 de abril de 2014.

Fonte: Portal NoMinuto.com

ESPAÇO PUBLICITÁRIO:



Júlia Beatriz pode ter fugido com colega da escola, segundo relatos.

A família da menina Júlia Beatriz Cabral Santos, desaparecida desde a manhã da terça-feira (15), está desesperada. A estudante da escola Estadual Josino Macedo, no Panatis, saiu de casa para mais um dia de aula, mas não voltou para casa, como sempre fazia. A avó da garota disse que teme que algo de ruim tenha acontecido com a neta, visto que ela pode ter fugido com uma desconhecida.

Marta Câmara, contou que outra aluna da mesma escola de Júlia pode ter relação com o desaparecimento. “Ela é uma menina caseira, nunca saía de casa sem ser acompanhada de alguém da família. Não entendemos como isso pode ter acontecido. Me falaram que ela foi vista com uma colega da escola que já fugiu de casa e foi até tema de matéria nos programas de TV”, disse.

A tia de Júlia, Mônica da Câmara, também acredita que a sobrinha fugiu com alguém, mas relata que a menina de apenas 11 anos já poderia ter mantido contato com a família, mesmo se tivesse saído de casa por vontade própria. Um boletim de ocorrência foi registrado na 9º delegacia de polícia, no entanto os pais da garota procuraram a delegacia especializada de capturas, a Decap afim de solicitar uma investigação mais criteriosa. A família de Júlia disponibilizou dois telefones para receber informação sobre o paradeiro da estudante, os 8851-1377 e 8797-0366.

Por Sérgio Costa.
Fotos: Cedidas.
Fonte: Portal BO.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO:



Estrangeira já esteve presa e cumpria pena alternativa em Natal.

Policiais militares do Batalhão de Choque prenderam, nesta terça-feira (15), um casal suspeito de ter roubado um carro no bairro de Lagoa Nova. Cheima Satori, de 26 anos, que é francesa e cumpre pena alternativa em Natal, e Laércio Leopoldo da Silva, de 19 anos, confessaram o crime. De acordo com a polícia, o casal usou uma arma de fogo para ameaçar uma mulher que acabou sendo levada durante o assalto.

Segundo o Sargento J. Melo, os suspeitos renderam a vítima no momento que ela estacionava o carro, em seguida exigiram que ela entrasse no veículo e saíram em direção a zona Norte. Em um dado momento, a dupla deixou a mulher sair, mas seguiu em fuga que durou pouco tempo, os assaltantes foram visualizados e rendidos na avenida Coronel Estevam. “Já tínhamos a placa do HB20 e presenciamos o carro passar bem ao nosso lado, não houve chance para os criminosos”, disse.

Na delegacia, a jovem revelou para os policiais civis da plantão zona Sul que já tinha sido presa no ano de 2012, no aeroporto Augusto Severo por tráfico de drogas, na ocasião ele tentou embarcar com cinco quilos de cocaína na bagagem. Cheima Satori disse que recebeu da justiça a condição de cumprir parte da pena realizando atividades sociais. "Não ganho muito e o que minha família me manda da França é muito pouco para me manter, sendo assim resolvi assaltar, mas foi a primeira vez”, relatou.

A vítima, ainda muito abalada, foi até a DP e reconheceu o casal. A mulher que preferiu não ser identificada revelou que ambos estavam muito nervosos e que Laércio manteve a arma o tempo todo apontada para a sua barriga enquanto a estrangeira dirigia. Cheima e Laércio foram autuados por roubo.


Por Sérgio Costa
Fotos: Sérgio Costa / Portal BO

ESPAÇO PUBLICITÁRIO:



Atendimento bancários podem ser feitos em caixas eletrônicos, Internet Banking, Mobile Banking, banco por telefone e correspondentes.

Os bancos não vão abrir nos próximos dias 18 e 21, devido aos feriados nacionais de Sexta-feira da Paixão e Tiradentes, informou nesta quarta-feira (16) a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

A Febraban orienta a população a utilizar os canais alternativos de atendimento para fazer as operações bancárias, como caixas eletrônicos, Internet Banking, Mobile Banking, banco por telefone e correspondentes (casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos comerciais credenciados).

As contas com vencimento marcado para os feriados, como as de consumo (água, luz, telefone e TV por assinatura, por exemplo) e os carnês, poderão ser pagas no próximo dia útil subsequente (22), sem incidência de multa. Os tributos, normalmente, já estão com data ajustada pelo calendário de feriados (federais, estaduais e municipais).

Os clientes também podem agendar nos bancos o pagamento das contas de consumo ou pagá-las (as que têm código de barras) nos próprios caixas automáticos, ou em correspondentes. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser agendados ou pagos por meio do Débito Direto Autorizado (DDA).

Fonte: Portal NoMinuto.com

ESPAÇO PUBLICITÁRIO:



A policia militar ficou no local para assegurar até a chegada dos peritos do ITEP.

Ontem, dia 15 de abril, a policia militar da cidade de Lajes ao visualizar um jovem Jefferson com atitude suspeita resolveu fazer uma abordagem onde o mesmo sacou um revolver calibre 38, foi logo quando um policial  em legitima defesa disparou contra o jovem, o mesmo foi cambaleado até ao banheiro de uma churrascaria e pousada na BR-304 situada em Lajes, de acordo com informações da policia civil, o mesmo respondia pelo Art. 157, também foi preso no carnaval deste ano aqui em Lajes, na delegacia conseguiu fugir da cela usando garrafas PETI cheia de água.

Os PMs colocaram o jovem na viatura e socorreram para o hospital local, o mesmo chegou já sem vida, algumas pessoas já chegava ao local do acontecido, muitas pessoas falavam que o mesmo andava sempre com essa arma na cintura, chegando a mostrar o cabo da mesma em uma casas de show da cidade, veja abaixo o local onde aconteceu a abordagem.


O mesmo pelo jeito estava saindo do banheiro, foi quando, recebeu a voz de abordagem e não pensou duas vezes e sacou sua arma e acabou sendo alvejado


Jefferson Januário.
Fonte: Blog Cabugi Notícia.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO:


POSTS MAIS ACESSADOS DA SEMANA:

+ NOTÍCIAS:

ANUNCIE AQUI!!!